domingo, 5 de julho de 2009

Você sou eu.


Uma estrelinha veio cantar na minha janela
Para avisar
Que você chegou
Em meu ser tudo se criou
Bolas de sabão
Canção de ninar

Alegria que faz chorar
Saudade que faz rir

Loucura que nos tornou um par

Peço que não solte minha mão
Quando a tempestade chegar.

2 comentários:

Vernon Bitu disse...

Solto não. E ainda iremos dançar o plunct plact zum em frente ao Praia Shopping. Linda, linda e linda. Poetisa que me encanta!

sofrendo.do.cérebro disse...

Pense num casal que "ornou"! =P Gata, tô aqui tentando voltar à ativa com meus pensamentos. Precisando descongestionar o cérebro. Vou passar aqui mais vezes, já adicionei como link favorito. Beijo!

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".