domingo, 10 de janeiro de 2010

Um título qualquer


Inquietação da alma
Alma fora de mim
Longe da casca
Da casa

Onde será que estou?
Será que estou?

Sinto-me zonza

O filme não me prende a atenção
Não venta
A cidade está quente

Falta temperatura no meu corpo
Que sufoco!

Escrever me alivia
Sempre me causou alivio

Não gosto de ficar sozinha
Gosto de tagarelar

Há momentos em que prefiro o calar
Mas ainda assim
Com olhares por perto

Sem ter que olhar pro teto
Para me distrair.

3 comentários:

Lucas disse...

Bem vinda ao clube...

Lucas disse...

Com exame HIV NEGATIVO, espero desinquietar um pouco! Alívio...

eddie disse...

Um titulo qualquer? Solidão, que nada...

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".