segunda-feira, 1 de março de 2010



A pureza de existir dar-se na busca do infinito. Do novo. Das lições diárias sobre o nada e o tudo porque na verdade tudo parte do querer, do achar-se.
Não adianta procurar nas palavras alheias, o que queres resgatar em si mesmo. Mesmo que sejam palavras afetuosas ou até ásperas para te fazer acordar.
O nosso coração pulsa no relógio no mundo. As horas são companheiras dos pensamentos profundos, desvairados, puros.

Não devemos explicação a não ser para nós mesmos. Todo mundo é um ser errante, mesmo revestido em crostas de perfeição. Um dia o mundo caí e cabe a nós juntar os pedaços de nossa alma.

Só nós sabemos como!

5 comentários:

Natalia Araújo disse...

Uma grande realidade, né?
Está super certa. Concordo com vc em gênero, número e grau.
Somos imperfeitos e estamos procurando a perfeição. Somos seres humanos que sempre está errando, mas que buscamos aprender com cada ato.

Um grande beijo.
Ótima semana pra você.

eddie disse...

Se houvesse perfeição, de verdade, o mundo seria ainda mais chato...

E um viva para os defeitos, um salve para as imperfeições e meus cumprimentos para o ser humano, tão ansioso pela perfeição :)

Denise Portes disse...

Lindo seu blog, gostaria que você fosse conhecer o meu www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um beijo
Denise

Denise Portes disse...

Adorei sua visita e seus comentários lá no Delírio.Obrigada.
Um beijo
Denise

Bahh Grou. disse...

E cada um de nós sabe! Alguns aceitam e procuram pela verdade. Outros ainda se encondem em perfeições falsas e quem sabe se esconderão para sempre.
Beijos.

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".