terça-feira, 29 de setembro de 2009


Doce brisa
Eu, em minha alma.

O mundo é feito de sons pequininos
De respirações

As pessoas dormem
O mundo começa a sonhar.


Você, livre consigo mesmo
Como é bom o cair dos ombros
Sobre a alma.

A mente respira

Os olhos estão em paz.

Um comentário:

Barbara disse...

Ei... essa menina da foto parece com vc!!! kkkkkkkkkkkk Adorei!!! LInda poesia! :)

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".