quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Acaletando os olhos


Há calma no quarto
A criança dorme
Tem lábios rubros
Olhos fechados para o sonho
Ao seu lado descansa o pai
Cansado de noites festivas
Na cama ao lado, encontra-se a mãe
De papo com a madrugada
Sobressaltada de lembranças
Que não a deixa dormir
O sono da filha acalenta o sono da mãe e do pai
Enquanto o mundo lá fora
Prepara-se para receber e se despedir
De vidas.
:: Luísa Fernandes ::

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".