terça-feira, 19 de maio de 2009

Saindo da casca.



Chorar é diminuir a profundidade da dor.
William Shakespeare



Hoje brotei meu choro, para que dele nasçam gotas de orvalho.
Permite-me chorar, soluçar alto, deixas as lágrimas correrem como os rios em curso.
Falta luz nos meus olhos, falta primavera em minhas mãos, e outono em meus pés.
Falta ar, mar, amar, tudo que termine em ar, sem terminar.
Chega de amores efêmeros, com meios promissores e finais tristes.
Anoiteceu no meu corpo. Sou toda noite. Não há estrelas para acender-me a alma.
Não estou mais tão egoísta ao ponto de ver casais felizes e torcer o nariz, eu torço a favor. Ah, como eu queria que realmente existisse o cupido, e que ele flechasse todos aqueles que são tampa e panela.

Hoje, eu senti um buraco na minha alma. Onde não canto, não há melodia, nem de dor.
Claro que todo ser romântico e poeta, carregam em si toda a dor dos amores partidos, do mundo. Porém, hoje decidi sentir apenas a minha dor, a minha frustração, os amores passados, guardados num um depósito empoeirado de sentimentos.
Hoje eu queria um abraço de alguém que não conheço, de fato. Que poucas vezes ouvi a sua voz. Que eu não tina a noção de quão é importante em minha vida. Seja da forma que for.
Não sei quem é você que me faz sonhar tanto e acreditar que as nuvens têm sabor.
Não sei se vou gostar dos seus olhos e você, dos meus. Se o cheiro vai ‘ primaverar’ ou’ invernar ‘ em nossa pele.
Se “isso” se transformará naquele gostar maior, que dizem ter cheiro de pipoca e menta.

Nem sei por que estou lhe escrevendo isso tudo, devo estar dando um nó em sua cabeça. Mas acostume-se, tenho surtos literários.

Preciso confessar, sua falta é tão sentida. 

2 comentários:

johnny disse...

poxa Lu .. queria tb ser poeta .. fazer da emoção de ler suas palavras poesia ..
mas ..
no maximo sei rimar ..
então vamos lá ..
.
.
.
me faltaram as rimas ..
então, vou improvisar ..
sempre viajo muito nas suas palavras .. nas suas emoções .. mas nessa ..
principalmente nessa ..
sinto me não o viajante ..
mas a viagem ..
isso é mágico ..
torna-me mágico!
fazer parte do seu imaginário ..
.. ser, de repente, uma tampa ou uma menta .. uma pipoca ou uma panela ..
ô ..
só vc mesmo minha flôr ..
pra fazer dos seus ..
sentimentos meus !

Vernon disse...

no amor
planta-se flor
pra colher dor.

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria

Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria
Isso pra mim é viver!

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Vou usar uma frase do Ferreira Gullar, que me define: " A vida sopra dentro de mim pânica, como a chama de um maçarico, e pode subitamente cessar ".